Geral

Novembro Azul Prevenção ao câncer de próstata começa na adolescência

Urologista credenciado Omint fala sobre a importância de fazer um acompanhamento médico desde cedo para detectar precocemente o surgimento de doenças como o câncer de próstata

Da Assessoria

A falta de informação, o preconceito e a vergonha são algumas das razões que levam os homens a deixar de lado procedimentos fundamentais de cuidados com a saúde que servem, inclusive, para identificar doenças em estágio inicial. É o caso do câncer de próstata que, por meio do diagnóstico precoce, o índice de cura pode chegar a 90%.
No Brasil, a cultura do cuidado com a saúde não é algo comum entre os homens, como acontece com as mulheres que começam a consultar com um ginecologista ainda na adolescência. “Se os pais começarem a levar seu filho ao urologista desde cedo, provavelmente esse menino irá crescer mais consciente da necessidade de se cuidar” explica o urologista credenciado Omint, Dr. Fabio Vicentini.
Segundo o médico, na adolescência o urologista pode avaliar se o desenvolvimento do menino está adequado, pode orientar sobre a vacinação contra o HPV e outras doenças, além de instruir quanto ao início da vida sexual. Já na fase adulta, o urologista pode avaliar a saúde do homem em geral, a parte hormonal e orientar aqueles que estão planejando ter filhos.
O comportamento masculino atual reflete de forma negativa em alguns casos, tanto que o diagnóstico de câncer de próstata vem aumentando nos últimos anos, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Em 2021, mais de 16 mil homens morreram em consequência da doença no Brasil, uma média de 44 mortes por dia, de acordo com o sistema de informação do Ministério da Saúde. Para este ano, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) espera mais de 65 mil novos casos diagnosticados.
O câncer de próstata é o tumor que afeta a próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao canal urinário do pênis. “O câncer é uma alteração que ocorre nas células da próstata, onde um tecido anormal começa a crescer e que pode se espalhar para fora da próstata. Esse crescimento, se não tratado, pode levar a pessoa à morte”, conta Vicentini.
Ainda de acordo com o médico, o câncer de próstata é um dos tipos com maior chance de cura e o aumento no número de mortes pela doença mostra que o diagnóstico está sendo realizado tardiamente, já em estado avançado. “Isso acontece porque, no começo, esse tipo de câncer não apresenta sintomas e se o homem não tiver o hábito de se consultar com um urologista de forma precoce, não consegue descobrir a doença em fase inicial” diz Fabio. Já em situação avançada, o câncer de próstata pode apresentar sintomas como dificuldade de urinar, jato fraco e até de dores nos ossos em decorrência das metástases quando presentes.
Vicentini lembra ainda que o câncer de próstata é menos comum em homens que levam um estilo de vida saudável, com alimentação adequada e prática regular de atividades físicas, além de ter peso adequado. “Os exames que fazemos não previnem o aparecimento do câncer, mas permitem um diagnóstico precoce da doença, caso ela apareça. E, nessa fase, as chances de cura do câncer são de mais de 90%. Ou seja, todos os homens devem procurar o urologista até no máximo os 50 anos, mesmo que não tenham nenhum sintoma”, comenta.

Novembro Azul
O Novembro Azul é um movimento internacional, comemorado inicialmente na Austrália desde 2003, voltado para a conscientização do público masculino a respeito do câncer de próstata, uma das principais causas de morte entre os homens.

Sobre a Omint
Há mais de 40 anos, a Omint iniciou suas operações no Brasil com o lançamento do primeiro plano de saúde de alto padrão do país. Desde então, é referência absoluta nesse segmento de mercado, mantendo viva a sua vocação de cuidar de pessoas, com o compromisso de proporcionar um serviço médico de máxima qualidade e grande foco na prevenção e promoção da saúde.
Os valores humanos e o rigor com o padrão de excelência elevaram ao mais alto nível o índice de recomendação entre os clientes, gestores de Recursos Humanos e credenciados e tornaram os planos médicos e odontológicos Omint objeto de desejo no pacote de benefícios de executivos e colaboradores das empresas e elevando o tempo médio de permanência de nossos clientes, muito além da média de mercado.
Em 1999, a Omint inaugurou uma clínica odontológica própria para atendimento dos clientes de seus planos e particulares, trazendo para esse segmento uma qualidade até então inédita. Atualmente com duas unidades em São Paulo, a Clínica Odontológica Omint oferece o estado da arte da odontologia, tendo sido a 1ª clínica do Ocidente a conquistar a certificação JCI (Joint Commission International), o mais importante selo de qualidade mundial para instituições de saúde.
Seguindo sua vocação de cuidar de pessoas, em 2015 o Grupo Omint lança a Omint Seguros, replicando no mercado de seguro de pessoas o modelo de excelência construído pelo Grupo no segmento de saúde suplementar. A Omint Seguros comercializa atualmente seguros de vida individual, de vida em grupo e de viagem.
O Grupo Omint faturou R$ 1,8 bilhão em 2021, por meio de crescimento orgânico e sustentável. Nesse mesmo ano, o lançamento da Kipp Saúde, empresa de planos individuais com grande foco em Atenção Primária à Saúde, foi mais um marco na história do Grupo Omint.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!