Opinião

2022 promete

João Carlos Marchesan*

Iniciamos 2022 com muito otimismo no setor de máquinas e equipamentos, com índices de crescimento significativos no ano de 2021, que por sua vez registrou índices de crescimento importantes em relação ao ano anterior, apesar da pandemia e todos os problemas enfrentados pela indústria.

Mas nesse momento estamos mais do que otimistas, especialmente considerando a confirmação da realização das nossas feiras setoriais, que sempre representaram um importante impulso de vendas para os nossos associados e para o mercado como um todo.

Assim, nesse mês de abril, o nosso otimismo quanto aos novos rumos que o país pode assumir através do crescimento econômico, eliminação do desemprego e distribuição de renda mais justa, se ampliam ainda mais, com a diminuição da pandemia e a realização presencial da AGRISHOW, após dois anos de atividade online.

Mas quero também demonstrar, ao lado desse otimismo, a nossa preocupação com o futuro da indústria, e, principalmente, ressaltar a importância da indústria de bens de capital no processo de desenvolvimento. Por estar presente em todas as cadeias produtivas de uma economia, o setor destaca-se pelo seu papel difusor de progresso tecnológico, aumentando consideravelmente os efeitos de encadeamento, o que leva à ampliação do mercado interno e, adiante, do potencial de geração de renda e empregos qualificados.

Nas últimas décadas, o agronegócio deu uma grande e importante contribuição à economia brasileira. Registrou índices significativos de crescimento e sabemos que grande parte desse crescimento se deve a ganhos de produtividade, resultantes de inovações tecnológicas adaptadas ao solo e clima do Brasil e incorporadas pelos fabricantes de máquinas e implementos agrícolas, que em relação ao ano passado, registraram crescimento na casa dos dois dígitos.

A AGRISHOW 2022 representará uma oportunidade de realizar negócios e estreitar relacionamento com as mais de 800 marcas do Brasil e do exterior, nos segmentos: máquinas, equipamentos e implementos agrícolas, agricultura de precisão, irrigação, armazenagem, pecuária, sementes, corretivos, fertilizantes, defensivos agrícolas, insumos diversos, sacarias, embalagens, tecnologia em software e hardware, agricultura familiar, financiamento, seguro, peças, autopeças, pneus, válvulas, bombas, motores e transportes. A feira contará também com a participação dos principais bancos direcionados ao agro.

Não bastassem essas oportunidades de negócios, na sequência, a FEIMEC, traz novas soluções tecnológicas para empresas interessadas em conhecerem resultados de investimentos em inovação, com potencial impacto no mercado e na criação de novos negócios, como oportunidades e tendências que poderão ser aplicadas para diferentes áreas, segmentos e usos pela Indústria.

Como ponto alto da FEIMEC está o demonstrador de tecnologias da indústria 4.0 – Desenvolvido pela ABIMAQ e diversas empresas parceiras, o demonstrador apresenta na prática e em tempo real, os principais conceitos e tecnologias aplicadas à Indústria 4.0, neste ano, vai oferecer uma proposta ainda mais inovadora. Soluções tecnológicas serão apresentadas através de 5 clusters integrando tecnologias de empresas, para aplicação de necessidades reais da indústria.

Acredito que com tantas possibilidades inovadoras, e a pandemia finalmente sob controle, realmente 2022 promete.

*João Carlos Marchesan é administrador de empresas, empresário e presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!